Exposição InformaSamba no Circo Spacial

Dia 25 de fevereiro, às 20 horas, acontecerá o grande encontro de sambistas, personalidades e Musas do Carnaval de São Paulo, no Circo Spacial.

5Para finalizar as comemorações da Folia de Momo e entrar no clima do Carnaval paulistano, a partir de 18 de fevereiro, com o apoio e parceria de Marlene Querubim, renomada mestra e empresária das artes circenses no Brasil, acontece nas dependências do Circo Spacial (localizado ao lado do Center Norte Shopping), a décima primeira edição da Mostra Cultural “InformaSamba”, realizada pela Coutinho Eventos, sob a curadoria do jornalista Maurício Coutinho e da produtora Mara Porto, com apoio de Ângela Ferraz, Marlene Querubim, Bruno Baronetti, Sonia Kessar, Antara Gold, Mi Benassi e Bruno Maruzo.

“Nosso objetivo com esta exposição, afirma Coutinho, é expandir a cultura do samba e do Carnaval, apresentando através de painéis fotográficos as inúmeras personagens do fantástico mundo da Folia de Momo paulistana, destacando-se – dentre as fotos exclusivas produzidas em alta qualidade por Sílvio Martins do portal Fashion Tour – com as mais consagradas Musas e Rainhas das agremiações de São Paulo, conclui.

Também fazem parte da expo InformaSamba, fotos de Ivete Pugliesi, considerada uma das maiores destaques das escolas de samba e que milita há alguns anos na Vai-Vai, cenas de desfiles de décadas passadas do Carnaval de São Paulo, além de flagrantes de desfiles realizados em outros países como França, Japão, Espanha, Colômbia e Eslovênia.

Pitada de história do samba paulistano

Como homenagem ao trabalho que desenvolveram para o crescimento do samba ao longo de suas vidas, há um painel dirigido a Embaixada do Samba Paulistana, entidade fundada em 29 de setembro de 1995, na sede da UESP/União das Escolas de Samba Paulistanas, por Mestre Gabi, Tuniquinho Batuqueiro, Hélio Bagunça, Paulão da Lapa e Fernando Penteado.

Através de seus Embaixadores está credenciada a ministrar palestras, abordando os mais diversos temas que constitui o universo do samba, dentre eles, a “História do Samba Paulistano” e a “Escola de Samba como trabalho voltado para objetivo”. Pelo respeito à cultura do samba, ela instituiu o título de “Cidadão e Cidadã Samba”, destacando a cada carnaval um casal da “Velha Guarda”, com um currículo especial de dedicação a história do samba de São Paulo.

Literatura resgatando o samba de décadas atrás – Outro destaque da exposição InformaSamba é Bruno Baronetti, graduado em História pela USP, professor e pesquisador da Cultura Popular Brasileira, especialista em História da Arte pela FAAP, mestre em História Social pela USP, que acaba de lançar o livro “Transformações Na Avenida: história das escolas de samba da cidade de São Paulo”, onde apresenta as modificações ocorridas no período de 1968 a 1996.

Amostras de bustos customizados adereços e produtos carnavalescos – Em manequins distribuídos pelo espaço do Circo Spacial, explica-nos a produtora Mara Porto, o público visitante pode conhecer os trabalhos da designer e customizadora de manequins funcionais, Ângela Ferraz, que apresenta alguns de seus bustos customizados com a cara do Carnaval, dando glamour ao evento.

 
4Um pouco da história do curador, Maurício Coutinho – Maurício Coutinho é jornalista, publicitário, produtor cultural, escritor, historiador, folclorista e assessor de imprensa há quase 40 anos, atuando em veículos de Comunicação, agencias de propaganda, até montar sua própria empresa, a Coutinho Eventos, que cria, projeta e executa a produção de eventos em diferentes segmentos há mais de três décadas.

Foi diretor de Comunicação da escola de samba Vai-Vai (campeã em 2015), comandou o programa InformaSamba pela Demais TV e durante dois anos manteve no jornal Metrô News (120 mil exemplares diários distribuídos nas estações do Metrô) as colunas “Se Liga no Samba” e “Passarela do Samba”. Prestou assessoria de imprensa para as escolas de samba Império de Casa Verde, Unidos do Peruche e a Presidência da Liga Independente de Escolas de Samba SP.

Manteve semanalmente colunas sobre o Carnaval nas rádios Tupi (Gleides Xavier), Eldorado (Geraldo Nunes), Iguatemi (Figueiredo Júnior), Record (Gleides Xavier) e América (Pedro Vaz), além de produzir anualmente exposições de carnaval nos shoppings Light, Top Center, Interlagos, Central Plaza, Butantã, Galeria Osasco, Internacional de Guarulhos, Mais Largo 13, Praça da Moça e foi jurado do Troféu “Samba na Rua” – Jornal da Tarde e UESP/União das Escolas de Samba Paulistanas, concedido para as escolas de bairros de SP.

3

Sobre o Circo Spacial – Foi fundado por Marlene Olímpia Querubin, no dia 9 de agosto de 1985. Tudo começou com o sonho de seu filho, Jacson Querubin – que na época tinha apenas de quatro anos. Ele sonhou que através de uma nave espacial, conseguia levar – numa viagem fantástica e imaginária – muita alegria, magia e grandes emoções para crianças de todas as idades. O sonho do menino Jacson foi apenas a semente lançada que germinou rapidamente através de sua mãe, que na época trabalhava na área de marketing e mantinha contatos com vários empresários, inclusive circenses. Nascia assim o espetacular Circo Spacial que abriu pela primeira vez suas cortinas com uma equipe composta por artistas, parentes, amigos e outros profissionais que acreditaram no sonho. O Spacial acabou se transformando no primeiro circo empresa, modelo anos depois por Beto Carreiro.  A trupe cresceu e hoje conta com mais de 35 famílias que percorrem todo o Brasil, totalizando 120 pessoas (artistas, técnicos, costureiras, aderecistas, camareiras, cenógrafos, cenotécnicos, motoristas, produtores, além do pessoal terceirizado), em 20 carretas, cavalos mecânicos, carro de som e trailers.

São 200 toneladas de ferro, lonas, equipamentos e um guarda-roupa com mais de dois mil itens, com muito brilho e luxo. O grand stand – com capacidade para abrigar até três espectadores em cadeiras confortáveis – possibilita uma visão privilegiada de todo o espetáculo, por todos os ângulos.  O Circo Spacial é uma empresa moderna que também possui um espaço multiuso composto por hall de entrada e praça de alimentação onde também acontecem performances, exposições, eventos, treinamentos corporativos e lançamentos de produtos.

2Consagrado pela crítica e pelo público, o Spacial é considerado atualmente o melhor circo do Brasil e nos últimos anos seus artistas e diretores receberam dez troféus, além da premiação especial da Secretaria de Cultura de São Paulo. Nos últimos trinta anos, o Circo Spacial foi o único a receber a visita de um Presidente da República do Brasil e também o único a sediar uma sessão solene da Câmara de São Paulo, realizada em 2007.

Apoios de empresas e da mídia especializada – A exposição InformaSamba – Carnaval 2016 conta com o apoio do Departamento de Marketing Cultural do Metropolitano, SP Turismo, PMSP, Uesp/União das Escolas de Samba Paulistanas, Diário de São Paulo, Contemporânea Musical, Sincoplastic, Hotel Tryp Jesuíno Arruda, Casa Castro, Palácio das Plumas, 4 Fun Computação Gráfica, Ateliê Mi Benassi, Ong Banda do Fuxico, Srougi.Biz, Rádio Paparazzi, Rádio Casa do Samba, portal Café e Prosas, programa e portal Caminhos de Sucesso, programa Papo de Bamba, Ateliê Isak Rodrigues, portal e programa Grito de Carnaval, portal Rota do Samba, portal Amantes do Carnaval de São Paulo, portal e TV Fashion Tour, portal Sasp/Sociedade Amantes do Samba Paulistano, Revista Paulista, jornal Agora/Coluna do Vitão/Vitor Guedes, portal SRZD, programa Point Mix, projeto Integrando Saúde e Bem-Estar e Super Rádio.

Serviço
Exposição “InformaSamba” – Carnaval 2016
De 18 de fevereiro a 6 de março de 2016
Visitação gratuita nos dias e horários das apresentações dos espetáculos do circo.
Circo Spacial – Travessa Simis, n. 300 c/Av. Moises Rooysen (ao lado do Carrefour do Center Norte) – São Paulo – SP – CEP 02049-015 / Informações (11) 98234-3381
Quintas e sextas às 20h30 / sábados, domingos e feriados às 16h, 18h e 20h30 | Ingressos de 30,00 a 250,00.
Acesso e banheiro adaptados para pessoas com necessidades especiais | Aceita cartão de débito e dinheiro / Estacionamento no local (terceirizado) – R$ 10,00 Venda de ingresso antecipado – todos os dias das 10h às 12h e
www.spacial.com.br / Twitter @circo_spacial / www.facebook.com/circospacial

Crédito das fotos – Haroldo Nogueira

Por Maurício Coutinho – Revista Paulista