Afrobras: Banco de talentos para jovens negros

Um encontro no Dia Internacional de Luta contra a Discriminação Racial (21/03), no Auditório da Folha de S.Paulo, debateu os desafios da inclusão étnico-racial na educação e mercado de trabalho.

(da esq. para a dir.) Marcelo Orticelli – diretor da área de pessoas do Itaú; Patrícia Pulgas – diretora-executiva do Magazine Luiza; Jane Grazieli – diretora de marketing da Microsoft para a América Latina; Senador Cristóvam Buarque; José Vicente – presidente da Afrobras e reitor da Zumbi dos Palmares; Luís Cabañas – diretor do Universia Brasil; Carolina Mazziero – diretora de recursos humanos da Unilever; GlaucimarPeticov – diretora de recursos humanos do Bradesco

Durante o evento foi apresentado o www.afrobras.trabalhando.com, uma plataforma para reunir currículos de afrodescendentes e oferecer vagas de empregos para esses jovens, resultado efetivo do Projeto Iniciativa Empresarial pela Igualdade.

O Projeto iniciativa Empresarial pela Igualdade é uma plataforma de articulação desenvolvida e liderada pela ONG Afrobras e pela Faculdade Zumbi dos Palmares, em parceria com a iniciativa privada (Universia, Magazine Luiza, Microsoft, Itaú, Bradesco, entre outras) para abordar de forma ampla o tema da diversidade étnico-racial no mercado de trabalho. O lançamento de um banco de talentos afrodescendentes é o resultado direto destes esforços. O www.afrobras.trabalhando.com reúne o currículo de estudantes e oferece vagas de empresas de todo o País. Responsivo, pode ser acessado por meio de computadores, smartphones e tablets.

(da esq. para a dir.) Eduardo Zanella – Presidente do Comitê de Erradicação do Trabalho Escravo e do Tráfico de Pessoas do TRT de Campinas; Senador Cristóvam Buarque; Helena Lins – vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região; Ayres Britto – jurista, advogado, professor e ex-presidente do STF; Ivana Siqueira – secretária-executiva da SECADI, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do MEC; José Vicente – presidente da Afrobras e reitor da Zumbi dos Palmares; Jane Grazieli – diretora de marketing da Microsoft para a América Latina; Marcelo Orticelli – diretor da área de pessoas do Itaú; Luís Cabañas – diretor do Universia Brasil.

Segundo o IBGE, 52,9% da população brasileira é composta por pretos e pardos.

Entretanto, de acordo com pesquisa divulgada em 2016 pelo Instituto Ethos, os negros ocupam apenas 4,7% dos postos de direção e 6,3% dos cargos de gerência das 500 maiores empresas que operam no Brasil.

No caso das mulheres negras essa desigualdade é mais acentuada, já que elas estão presentes em 1,6% dos postos de gerência e em 0,4% dos cargos de direção.

“A ampliação da presença, a criação de políticas internas de promoção e manutenção dos afrodescendentes nas grandes, pequenas e médias corporações, constitui elemento essencial de modificação do cenário econômico-social no Brasil, superando a resistência às mudanças no cenário das desigualdades raciais”, afirmou José Vicente, presidente da Afrobras, reitor da Zumbi dos Palmares e idealizador do Projeto.

Deixe uma resposta