Rogéria Botelho: Saúde & Bem-Estar – 02.06.17

Nossas mentes, em movimento sempre inquietas, incessantemente ocupadas com memórias passadas, fantasias futuras, em constante construção e planejamento, a caça aos prazeres, a fuga dos medos, a preocupação com as finanças e tantos outras mais que, se inumerarmos esta página, não será o suficiente…

Desta forma que tantas pessoas se sintam esgotadas durante o seu dia e final da noite. Perdem sua vitalidade…

A mente tem a capacidade de espelhar, adotar comportamentos, do que quer façamos em nossas vidas. Se você assiste uma notícia de violência, nossas mentes começam a vivenciar as emoções negativas, por exemplo, uma indignação, com injustiça você ferver de raiva. Se visualizar uma cena de solidariedade, nossas mentes tendem a se encher de amor…

Uma vez reconhecido este fato, podemos escolher onde controlar nossa atenção! Entre o negativo, desnecessário ou no agregador necessário e compatível. Evocar qualidades desejadas como amor e a alegria.

Saiba que o que colocamos na mente é tão importante quanto o que colocamos na boca. Pratique sua atenção inteligente, selecione sua dieta mental, cultivando estados mentais saudáveis.

Esvazie o que é desnecessário em sua mente arejada, saúde plena.
Mente arejada, saúde plena!

“O objetivo supremo e meta da vida humana… é cultivar o amor”.
Ramakrishna


5

Rogéria Botelho Quirino – Crefito: 24553-F
Fisioterapeuta e Educadora Física
Microfisioterapeuta
Osteopata

Colunista da www.revistapaulista.com.br
www.rogeriabotelho.com.br
rogeria.bq@gmail.com

Deixe uma resposta