Antara Gold bate-papo com André Fischer – FNAC Paulista – 16.6.17

Criando estilo, utilizando-se de cinco elementos básicos: a cor, a silhueta, o caimento, a textura e a harmonia, Antara Gold comemorou seus 25 anos de estilismo e participou de um bate-papo com André Fischer na FNAC Paulista, dentro da programação oficial da Parada LGBT 2017, sendo recepcionada à entrada do estabelecimento pelos ritmistas do grupo  InformaSamba, comandados pelo Mestre Vlad Chaves, com a produção de Mara Porto e Dora/Mahimana Enid Nasha.
 
O evento foi organizado pelo Hornet, maior aplicativo de relacionamento gay, através de Felipe Coelho, com a participação do jornalista Jornalista Maurício Coutinho, CEO da Coutinho Eventos.
 
Conheça um pouco sobre Antara Gold
 
Na efervescente década de 70, onde borbulhava a criatividade na arte, na moda e na cultura e modo geral, nascia na região sertaneja de Alagoas, mais propriamente na pequenina cidade de Maravilha, aquela que seria – alguns anos depois – um dos ícones da moda nacional, a estilista Antara Gold.
 
Por mais que gostassem de sua terra natal, sua família necessitava ir em busca de novos horizontes e oportunidades de trabalho, mudando-se então para a promissora cidade de Presidente Epitácio, localizada no Estado de São Paulo, próxima aos municípios de Presidente Prudente, Panorama, Marabá Paulista e Teodoro Sampaio.
 
Famosa por possuir uma bonita orla fluvial às margens do Rio Paraná, a cidade apresentou-se como um porto seguro para os novos migrantes construírem uma nova Vida de muito trabalho e realizações. Como não media esforços, nem tampouco dispensava trabalhos, Antara Gold, na infância e juventude embrenhou-se desde o corte da cana no canavial com a família, até a semeadura e colheita do tomate.
 
“Nada é vergonhoso, pois o trabalho dignifica o ser humano, afirma Antara, e eu tenho profunda admiração por todos aqueles que – diariamente – saem de sua zona de conforto e dirigem-se para os mais diversos lugares com o objetivo único de exercerem suas profissões dignamente, trazendo o aconchego e uma condição melhor para suas famílias”, conclui.
 
Nesta mesma ocasião, tornou-se responsável pela criação e produção das mais diversas festas da cidade, tais como eleições de Miss Turismo e a própria comemoração do Carnaval de rua, que anualmente lhe rendia inúmeros elogios de toda comunidade de Presidente Epitácio.
Porém, e sempre tem um “porém”, segundo o dramaturgo Nelson Rodrigues, mesmo com o sucesso batendo à sua porta, a cidade tornou-se pequena para seu enorme talento, partindo então para a pujante metrópole de São Paulo.
 
Na capital, tornou-se assistente de Pedrinho Fernandes, um dos estilistas mais famosos do Brasil, com várias décadas de experiência no mercado de noivas e debutantes e que mantinha seu ateliê na consagrada Rua São Caetano, onde artistas, personalidades da alta sociedade, empresários e jornalistas compunham o seu seleto leque de clientes.
 
Nesta função no ateliê de Fernandes, Antara desempenhava suas funções com muito vigor e excelência de qualidade, a ponto de tornar-se reconhecida pela clientela, seja pela criatividade e bom gosto em cada um dos trajes como pelo apuro nos mínimos detalhes de acabamento.
 
Com o passar do tempo, após um estágio de dois anos de aperfeiçoamento técnico na cidade de Milão, na Itália, no ateliê de Gianni Versace, a mais famosa marca italiana de moda, percebeu que poderia sonhar um pouco mais alto e montar o próprio espaço, com a sua própria marca, que já estava sendo forjada ao longo dos anos como símbolo de beleza, glamour e qualidade. Na primeira oportunidade que surgiu, aventurou-se como empreendedora e abriu o “Ateliê Antara Gold”.
 
De lá para cá, repleta de realizações, produziu dezenas de trajes especialíssimos para clientes da alta sociedade, além de eventos dos mais diversos tipos, destacando-se dentre eles, concursos de Miss Comerciária, Miss Pará, produção de figurinos para o Brahma Valley, eventos LGBT (eleição de Miss Gay Brasil, Miss Mundo, tanto nos EUA como na Europa), atendendo ainda artistas e personalidades como Anitta, Nicole Bahlas, Ludmilla, Adriana Lessa, Deborah Blando e Silvya Design.
 
Para complementar o seu leque de atuação, tornou-se uma das estilistas mais requisitadas do Carnaval de São Paulo, produzindo fantasias de luxo para componentes e diretorias de consagradas escolas de samba como Tom Maior, Unidos do Peruche, Vai-Vai (campeã 2015) e Império de Casa Verde (campeã 2016).
 
Ao completar 25 anos de estilismo, Antara Gold, envia uma mensagem positiva: “Não há sucesso sem trabalho. Para tanto, existe o tempo da semeadura, seguida da tarefa de regar diariamente com conhecimento e aprendizado, até conseguir-se o crescimento desejado. O importante é ter persistência, interesse redobrado e a busca constante do resultado positivo. Ressalte-se que é necessário também criar o seu próprio estilo para sobressair-se no mercado, pois copiar os outros é muito fácil, mas não leva ao sucesso!”

Deixe uma resposta