Café Renovo: Excelência com aroma e sabor de qualidade

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Café/ABIC, um café especial, mais conhecido como “café gourmet”, é um produto excelente, exclusivo e de alta qualidade, com sabor e aroma mais suaves por causa da seleção dos grãos, onde também é possível perceber notas frutais, achocolatadas, e de nozes. São comparáveis aos vinhos mais finos, os “grand cru”, mais raros e exclusivos.

Encaixa-se aqui o Café Renovo, vindo do Sul de Minas, mais propriamente da cidade de Conceição de Aparecida, município localizado próximo a Alfenas, Alterosa e Carmo do Rio Claro, através da família Sabbag, que há várias décadas cultivam o grão em suas terras mineiras e planejavam – há algum tempo – o lançamento de um café especial de reconhecida qualidade, com preço acessível ao alcance daqueles que apreciam a secular bebida.

“Fizemos inúmeras reuniões, encontros e degustações, afirma Mariselma Sabbag (foto), diretora da empresa, que prossegue, até encontrar o momento certo para o lançamento do Café Renovo, com o qual esperamos agradar os mais exigentes paladares. Claro que sempre  estaremos atentos as devidas correções e acertos necessários para a boa aceitação do produto neste concorrido mercado”, conclui.

Visando ter o aval de quem conhece e sabe do que está falando, Sabbag trouxe-nos a palavra da barista Midori Martins, que confirmou a excelência do Café Renovo, que certamente irá de encontro ao desejo dos amantes desta nobre bebida, o café especial.

Café: Bebida nobre, sabor incomparável

A planta de café é originária da Etiópia, centro da África, onde ainda hoje faz parte da vegetação natural. Foi a Arábia a responsável pela propagação da cultura do café. O nome café não é originário da Kaffa, local de origem da planta, e sim da palavra árabe qahwa, que significa vinho.

Por esse motivo, o café era conhecido como “vinho da Arábia” quando chegou à Europa no século XIV.

O café chegou ao norte do Brasil, mais precisamente em Belém, em 1727, trazido da Guiana Francesa para o Brasil pelo Sargento-Mor Francisco de Mello Palheta a pedido do governador do Maranhão e Grão Pará, que o enviara às Guianas com essa missão.

Já naquela época o café possuía grande valor comercial. Atualmente o Brasil é o maior produtor mundial de café, sendo responsável por 30% do mercado internacional, volume equivalente à soma da produção dos outros seis maiores países produtores.

É também o segundo mercado consumidor, atrás somente dos Estados Unidos.

“Segure uma xícara exalando o aroma de um bom café e você estará com a história em suas mãos”.


Para adquirir o Café Renovo e saborear um produto de excelência, contatos: 11.9.8353.3508 ou  mariselma.ferreira@uol.com.br

 

Jornalista Maurício Coutinho

Deixe uma resposta