Ícone do samba, Germano Mathias reaparece no cenário musical em forró pé de serra

Em 1998, o cantor, violinista e compositor Manu Lafer lançava seu primeiro disco, o Baião da Flor, com participação de Germano Mathias. Dez anos mais tarde, quando Manu completava uma década de carreira, os dois se reencontraram para a gravação do DVD  — A Lente Do Homem. A parceria deu tão certo que pela primeira vez na carreira, Germano Mathias resolveu interpretar, aos 83 anos, canções de forró no mais novo projeto de Manu, o Forrós Pé de Serra. O show de lançamento deste novo CD acontece dia 23 de setembro, às 21 horas, no Tupi or not Tupi, localizado na Rua Fidalga, 360, Vila Madalena, São Paulo.

Além do ícone do samba paulistano, o show de lançamento conta com direção musical, arranjos e viola de arco de Fabio Tagliaferri, acordeon de Daniel Grajew, percussão de Adriano Busko e Marcelo Barro, violão 7 cordas de Ítalo Peron e cavaquinho de Rodrigo Nogueira. O espetáculo é uma produção da ZporZ Multi Artes.

No repertório, Germano Mathias e Manu Lafer cantam Jackson do Pandeiro, Jacinto Silva e Genival Lacerda, além de obras esquecidas, pouco conhecidas ou inéditas, como Limoeiro Valentão, Dr. Jerônimo, eTupinambá, de Italúcia. “Germano Mathias é um profundo conhecedor de forrós, baiões e rojões, sabe cantá-los com sua divisão sincopada e garimpá-los como faz no seu repertório de sambas”, ressalta Manu Lafer.

Manu Lafer é autor de mais de 300 músicas, mais de 100 delas já gravadas. O músico está entre os raros estilistas da composição, e é adepto de experiências e variações que justificam a quantidade (para um médico pediatra) e a inquietude de seus álbuns. Suas canções são autorais na harmonia, inventivas nos ritmos, com melodias de aparente simplicidade, mas cativantes e de fácil retenção, e são apoiadas na tradição do passado, dos chamados cantores do rádio.

Manu se afirmou e incorporou samba, baião, marcha, foxtrotes, boleros, sambas canção e outros estilos que viraram motes sempre renovados e re-abordados nas criações do autor, também fã do cancioneiro norte americano (musicais, big bands, filmes, rádio, jazz e pop do final dos anos 50 até os anos 70), e que portanto se define musicalmente como um pan-americano.

Germano Mathias – Cantor brasileiro, representante do samba paulistano, teve como primeiro sucesso “Minha nega na janela”, também seu samba de estreia. Chamou a atenção por causa do jeito peculiar de interpretar os sambas, sempre de forma sincopada, e acompanhá-los tocando com uma tampa de uma lata de graxa, herança dos engraxates da Praça da Sé, com quem conviveu no início da década de 1950. Germano também é conhecido por interpretar vários sambas de Zé Ketti. Fã de Germano, Gilberto Gil gravou em 1978 o álbum “Antologia do Samba-Choro”, que traz também algumas gravações originais do sambista nascido na Rua Santa Rita, no bairro paulistano do Pari.

A maioria de seus discos saíram nas décadas de 1950 e 1960. Depois disso seus lançamentos foram cada vez mais esporádicos.

Participou dos filmes “O Preço de Vitória” e “Quem roubou meu samba”. Foi convidado para atuar na novela Brasileiras e Brasileiros, exibida pelo SBT em 1990. Em 2005 completou 50 anos de carreira e continua fazendo shows. Em 2004 lançou “Tributo a Caco Velho”, em homenagem ao compositor gaúcho que tanto o influenciou, morto em 1971. Antes, em 2003, havia lançado “Talento de Bamba”. Em CD, pode-se encontrar: “Ginga no Asfalto”, de 1962; “20 preferidas. Germano Mathias” (Som Livre).


Serviço
Show de lançamento do CD Forrós Pé de Serra
Germanno Matias e Manu Lafer
Data: 23 de setembro
Horário: 21h00

Local: Tupi or notTupi
Endereço: Rua Fidalga 360, Vila Madalena
Horário: 21h

Ingressos: R$ 35,00
Informações:
https://www.facebook.com/tupiornottupioficial/

Deixe uma resposta